Você está em - Home - Artigos - Previsão de início, intermediário e final de pré-eclampsia de fatores maternos, marcadores biofísicos e bioquímicos em 11-13 semanas.

Previsão de início, intermediário e final de pré-eclampsia de fatores maternos, marcadores biofísicos e bioquímicos em 11-13 semanas.

OBJETIVO:
Para desenvolver modelos de predição de pré-eclâmpsia (PE) com base em fatores maternos e marcadores biofísicos e bioquímicos em gestação 11-13 semanas.
MÉTODOS:
Estudo de triagem de gestações únicas nas semanas 11-13 incluindo 752 (2,2%) que, posteriormente, desenvolveram PE e 32.850 que não foram afetados pelo PE. Modelos foram desenvolvidos para a predição de PE precoce, exigindo a entrega antes de 34 semanas, intermediário PE com entrega em 34-37 semanas e PE atrasado na entrega depois de 37 semanas. Os dados utilizados para os modelos foram em primeiro lugar, características maternas e da história, índice de pulsatilidade das artérias uterinas, pressão arterial média e soro gravidez associado às proteínas plasmáticas-A obtida a partir do estudo de triagem e em segundo lugar, a concentração de soro ou plasma materno do fator de crescimento placentário, placenta proteína-13,-A inibina, activina-A endoglina, solúvel, pentraxina-3 e P-selectina obtido a partir de estudos de caso-controlo.
RESULTADOS:
Na triagem de PE por factores maternos apenas a uma taxa de falso positivo fixo de 5%, as taxas de detecção estimados foram de 33,0% para o PE cedo, 27,8% por intermédio de PE e de 24,5% para o PE tarde. As taxas de detecção respectivos triagem por uma combinação de fatores maternos, marcadores biofísicos e bioquímicos foram 91,0, 79,4 e 60,9%.
CONCLUSÕES:
Previsão eficaz de PE pode ser alcançada em uma gestação de 11-13 semanas.

Fonte: http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed?term=Prediction%20of%20early%2C%20intermediate%20and%20late%20pre-eclampsia%20from%20maternal%20factors%2C%20biophysical%20and%20biochemical%20markers%20at%2011-13%20weeks.



Texto Original

OBJECTIVE:
To develop models for prediction of pre-eclampsia (PE) based on maternal factors and biophysical and biochemical markers at 11-13 weeks' gestation.
METHODS:
Screening study of singleton pregnancies at 11-13 weeks including 752 (2.2%) that subsequently developed PE and 32,850 that were unaffected by PE. Models were developed for the prediction of early PE, requiring delivery before 34 weeks, intermediate PE with delivery at 34-37 weeks and late PE delivering after 37 weeks. The data used for the models were firstly, maternal characteristics and history, uterine artery pulsatility index, mean arterial pressure and serum pregnancy-associated plasma protein-A obtained from the screening study and secondly, maternal serum or plasma concentration of placental growth factor, placental protein-13, inhibin-A, activin-A, soluble endoglin, pentraxin-3 and P-selectin obtained from case-control studies.
RESULTS:
In screening for PE by maternal factors only at a fixed false positive rate of 5%, the estimated detection rates were 33.0% for early PE, 27.8% for intermediate PE and 24.5% for late PE. The respective detection rates in screening by a combination of maternal factors, biophysical and biochemical markers were 91.0, 79.4 and 60.9%.
CONCLUSIONS:
Effective prediction of PE can be achieved at 11-13 weeks' gestation.

Desenvolvimento WSB